Turismo Médico - Dr. Ricardo Gozzano
X
X

O turismo médico é uma prática que se tornou bastante popular entre as pessoas que buscam procedimentos inexistentes em seus países ou preços mais baixos. Os principais destinos das brasileiras que buscam essa opção são a Venezuela, a Bolívia, os Estados Unidos, entre outros. Apesar de ser uma ótima ideia à primeira vista, já que os preços mostram-se atraentes, existe uma série de riscos a se considerar. O primeiro de todos – e talvez até mesmo o mais importante – é o próprio cirurgião em questão. Assim como no Brasil tivemos casos como o do Dr. Bumbum, que não possuía licença para exercer medicina no RJ, lá fora também iremos encontrar falsos profissionais. Porém, buscar informações como a licença para praticar a profissão se torna mais complexo quando falamos de outro país. Além disso, por mais que existam relatos na internet sobre as condições do atendimento no geral, você só vai saber realmente como é o lugar onde será operada no momento em que estiver lá, expandindo a possibilidade de ser internada em uma clínica clandestina, por exemplo. E a incerteza, principalmente relacionada a algo como uma intervenção cirúrgica, é um alto fator de risco.

Outra preocupação é o pós-operatório. Quando realizamos procedimentos com médicos da nossa cidade ou região, garantimos um acompanhamento durante o período de recuperação, podendo acionar o cirurgião responsável a qualquer momento caso ocorra algo anormal. Já, se você faz a cirurgia em outro país, isso não se torna possível. Apesar de se mostrar um meio para economizar, vale lembrar que, desde cirurgias pequenas até as mais complexas, ainda são intervenções e todo cuidado é pouco quando falamos em preservar nosso corpo. Por isso, antes de tomar uma decisão como esta, pesquise bastante, converse com cirurgiões plásticos que atendam perto de você e considere se essa é realmente a melhor opção para você!