5 curiosidades sobre os seios que todo mundo deve saber
X
X

5 curiosidades sobre os seios que todo mundo deve saber

Os seios são ícones da sexualidade feminina, em razão disso, o tamanho é documento, sim. Para 94% das mulheres brasileiras, seios maiores são sinônimo de autoestima elevada, segundo dados do Instituto de Pesquisas Ideafix em estudo realizado em cinco capitais do país.

Se você é mulher e já se incomodou com os seus seios, fique tranquila, pois não está sozinha. Essas glândulas afetam (e muito!) na autoestima e no bem-estar. Portanto, veja algumas curiosidades a respeito delas:

1 – São sensíveis

A sensibilidade varia de acordo com o ciclo menstrual e se acentua durante a TPM. Isso acontece porque, após a metade do período, a elevação da taxa do hormônio progesterona provoca retenção de água e sal no corpo. Esse inchaço desenvolve uma hipersensibilidade, causando ardência e desconforto na região dos seios.

Lembrando que só as mulheres geneticamente condicionadas à ação do hormônios passam por hipersensibilidade. Durante esse período, o sexo pode ser motivo de dor, por isso, tenha cuidado e compreenda o momento.

2 – Caem mesmo

A idade chega para todo mundo e um sinal disso é a queda natural dos seios nas mulheres. Isso acontece porque, após a menopausa, as glândulas mamárias atrofiam por falta de hormônio e se tornam “recipientes de gordura”. 

Outros fatores podem influenciar na queda mais ou menos acentuada. Mulheres magras e altas têm o tecido conjuntivo mais frouxo, do que aquelas mais baixas e gordas. Mas, atenção, aquele efeito “sanfona”, de emagrecer e engordar com frequência pode antecipar a queda, que tem o nome de ptose.

Para retardar essa fase, recomenda-se o uso de sutiãs adequados, ou seja, peças que dão o suporte ideal para que o peso dos seios fique sobre as alças da peça, e não sobre a pele do tórax.

3- No sexo (cuidado!)

As mamas são altamente vascularizadas e sensíveis, por isso são zonas erógenas importantes. No que diz respeito à erotização, é importante que a mulher conheça o próprio corpo e saiba quais são as suas zonas de prazer.

No entanto, existem mulheres que não suportam serem tocadas nessa parte do corpo, por motivos como: não sentem prazer, hipersensibilidade frequente ou até por traumas de experiências passadas. Se esse é o seu caso, não se envergonhe. Assim como outras carícias, ela só será proveitosa se você se sentir bem!

E cuidado! Os seios são sensíveis, portanto, não coloque em risco a sua integridade física em ações que possam causar ferimentos. Imponha limites para o seu (ou sua) parceiro (a).

4 – Tamanhos diferentes

Naturalmente, o corpo humano é assimétrico! Então, é normal que uma mama seja maior que a outra. Em alguns casos, quando são muito diferentes, recomenda-se uma cirurgia plástica para correção, sempre com a orientação de um médico especialista.

5 – Autoestima é afetada

Você já parou para pensar em como os seus seios mudaram de significado ao longo da vida? Eles são motivos de prazer, sedução, aflição ou orgulho? 

Por estarem tão ligados à identidade da mulher, é que tantas procuram remodelá-los com implante de silicone  ou redução. Não há uma indicação específica para fazer a cirurgia plástica, depende do estado emocional e físico da mulher e o que ela deseja para o próprio corpo. É muito importante que o cirurgião plástico compreenda os interesses da paciente. 

Quer saber mais sobre o assunto? Entra em contato comigo!